E Cotia, o que acha disso?


Por Rodrigo Cozzato

A cidade de Osasco começa a se preparar para receber um sem-número de automóveis que fugirão do pedágio que será instalado na Castello Branco. A matéria completa, do UOL Notícias, pode ser lida na íntegra clicando aqui.

As sugestões apontadas na reportagem podem parecer polêmicas à primeira vista, mas é uma maneira de minar os transtornos diários causados pelo trânsito. Não é justo as cidades da região metropolitana que margeiam as rodovias herdarem tantos congestionamentos.

E a pergunta que fica é: e a prefeitura de Cotia, o que acha disso? O que faz a respeito disso? Pois a cidade em questão sofre e muito com desvios de pedágios. Basta olhar para as estradas da Roselândia, Fernando Nobre e da Aldeia (que absorvem o trânsito de Alphaville, Tamboré, Aldeia da Serra e afins), e para a estrada do Embu (por onde passam carros e caminhões que vão/vêm da Régis Bittencourt).

No caso da estrada do Embu, pesados caminhões vão e vêm durante todo o dia e a noite, fazendo com que o asfalto fique todo ondulado. Buracos gigantescos costumam dar as caras com frequência. E deixam o trânsito “daquele jeito” nos horários de pico.

Não é diferente nas outras vias citadas. Some a isso à vastidão de condomínios que surgem do dia para noite e não é difícil entender porque o trânsito na Raposo Tavares é do jeito que é. E a tendência é só piorar. Atualmente, não é difícil encarar engarrafamentos nos fins de semana.

A solução para filtrar todo esse mar de veículos também não é difícil de prever. Ou você acha impossível em breve termos um belo dum pedágio na Raposo?

3 Respostas to “E Cotia, o que acha disso?”

  1. Fau Barbosa Says:

    Quando a curva da Raposo – onde passa o Rodoanel – foi alargada, rumores diziam que ali seria colocada uma praça de pedágio.

    Será que os rumores tinham fundamento? Não duvido!

  2. Ricardo Navarro Says:

    Cotia costumar agir por reação, agir no efeito e não na causa. Somente quando o calo de alguém muito importante estiver doendo é que será feito alguma coisa.

  3. Daniel Cotrim Says:

    Depois de ter que pagar 2 pedágios para voltar do trabalho para casa (Alphaville para km 21 da Raposo), não duvido mais de nada. O que importa para eles são 3 coisas: dinheiro, dinheiro e dinheiro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: