Sabado à noite


Por Fernando Pedroso

Toda madrugada é perigosa. À noite, com a estrada vazia, o pessoal tende a abusar no acelerador e transformar a Raposo Tavares em pista de corrida. Mas já tentaram sair no sábado à noite?

Aí é que vira festa mesmo. Já vi acidentes terríveis, como um Kadett com oito pessoas que capotou próximo à entrada da av. Escola Politécnica há alguns anos. Alta velocidade, imperícia, imprudência, excesso de gente, ninguém com cinto. Já imaginou o resultado?

No último fim de semana, tive de sair de madrugada. Estava cuidando da minha sobrinha e dar uma volta de carro foi a solução para fazê-la dormir. Deu muito medo e temi pelas nossas vidas, ainda mais com o peso da responsabilidade que estava carregando comigo.

São carros tirando racha, outros em zigue-zague – provavelmente bêbados, faróis apagados, excesso de velocidade, um verdadeiro festival de horror. Não vi nenhum carro de polícia. A impunidade e a irresponsabilidade seguem à solta.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: