As peculiaridades de um fim de semana


Por Rodrigo Cozzato

O fim de semana foi complicado para os usuários da Raposo Tavares entre São Paulo e Cotia. Acidentes e mais acidentes testaram a paciência dos motoristas que, acuados, nada podiam fazer.

Para começar, no sábado o congestionamento já dava as caras no km. 10, ou seja, no começo da rodovia. Eu voltava de São Paulo por volta de meio-dia, e levei a incrível marca de 1h40min do km. 10 até o 16. Ali, saí da rodovia e fui pelos bairros, em uma avenida que sai no km. 22. Lá, o trânsito já era bom, não sabia o porquê de tamanho engarrafamento. Apenas depois tomei conhecimento que era um grave acidente envolvendo dois carros e um caminhão no km. 19.

Na sequência, deparei-me com um grupo de quatro motos fazendo manobras arriscadas, um querendo correr mais que o outro, em plena Raposo. Quase em frente ao Cotolengo, uma das motos, que levava um garupa, caiu após uma tentativa falha – e absurda – de empinar a roda da frente. Os dois ocupantes foram parar na calçada, com ferimentos. No domingo à tarde, outra moto se envolveu em acidente com carro no ponto de ônibus próximo ao km. 30. Também no domingo, no começo da noite, um Fusca capotou na curva do km. 29, sentido São Paulo.

Acidentes que poderiam ser evitados, tivessem os motoristas e motociclistas agido com prudência e cautela.

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: