Archive for the ‘Peculiaridades’ Category

As peculiaridades de um fim de semana

31/05/2010

Por Rodrigo Cozzato

O fim de semana foi complicado para os usuários da Raposo Tavares entre São Paulo e Cotia. Acidentes e mais acidentes testaram a paciência dos motoristas que, acuados, nada podiam fazer.

Para começar, no sábado o congestionamento já dava as caras no km. 10, ou seja, no começo da rodovia. Eu voltava de São Paulo por volta de meio-dia, e levei a incrível marca de 1h40min do km. 10 até o 16. Ali, saí da rodovia e fui pelos bairros, em uma avenida que sai no km. 22. Lá, o trânsito já era bom, não sabia o porquê de tamanho engarrafamento. Apenas depois tomei conhecimento que era um grave acidente envolvendo dois carros e um caminhão no km. 19.

Na sequência, deparei-me com um grupo de quatro motos fazendo manobras arriscadas, um querendo correr mais que o outro, em plena Raposo. Quase em frente ao Cotolengo, uma das motos, que levava um garupa, caiu após uma tentativa falha – e absurda – de empinar a roda da frente. Os dois ocupantes foram parar na calçada, com ferimentos. No domingo à tarde, outra moto se envolveu em acidente com carro no ponto de ônibus próximo ao km. 30. Também no domingo, no começo da noite, um Fusca capotou na curva do km. 29, sentido São Paulo.

Acidentes que poderiam ser evitados, tivessem os motoristas e motociclistas agido com prudência e cautela.

Peculiaridades do dia a dia (2)

17/05/2010

Por Rodrigo Cozzato

Sexta-feira à noite, voltando do trabalho, seguia pela faixa da esquerda quando na altura do km. 22, logo depois da curva, o trânsito na faixa da direita estava um pouco lento por causa do acesso à avenida São Camilo. Do nada, uma Kombi do serviço de saúde de Cotia (transporte de pacientes) saiu do ponto de ônibus diretamente para a faixa da esquerda.

Por muito pouco que eu não vou parar dentro do veículo com minha moto. Ainda bem. Se não, talvez a própria Kombi tivesse que me transportar.

Peculiaridades do dia a dia (1)

13/05/2010

Por Rodrigo Cozzato

Estreamos hoje a seção Peculiaridades do dia a dia, que trará um pequeno texto sobre nossa observação do trânsito diário e de suas peculiaridades, pequenas barbeiragens que podem se transformar em acidentes.

Dia desses vi uma Meriva na rua Reação, logo após deixar a Raposo Tavares. Trânsito pesado, fui acompanhando e reparando nas atitudes do motorista. Ele costurava de lá pra cá, de cá pra lá, cortava a frente dos outros repentinamente, tudo isso sem dar seta. E sempre chegávamos juntos aos semáforos, mesmo eu conduzindo na minha faixa.

O mais engraçado é que no vidro traseiro havia adesivos da Rádio USP e de uma ONG que preza pelo ar puro e pelo meio ambiente, além de uma cadeirinha de bebê no banco traseiro. Um carro novo, caro, com adesivos que incitam um poder aquisitivo cultural relativamente grande, e uma cadeirinha, nos levam a pensar que o motorista teria mais prudência no volante. Ledo engano.