Posts Tagged ‘Cotia’

Estrada do Embu: a novela continua

22/07/2010

Por Rodrigo Cozzato

Após quase oito meses de obras, finalmente parece que o acesso entre as estradas do Embu e Capuava será reaberto. A rua de quarteirão único desmoronou sobre um hipermercado que fica ao lado em janeiro deste ano em consequência das chuvas. Desde então, o local concentra grande número de caminhões, tratores e máquinas, atrapalhando o já confuso trânsito na região.

A prefeitura e a secretaria de Obras de Cotia prometiam entregar a obra há tempos, mas a data oficial se tornou 10 de julho. Novamente adiada, a rua deveria estar pronta e liberada ontem, 21 de julho. A expectativa é que os carros pudessem passar por lá, nem que fosse à noite. Mas o acesso segue fechado. Hoje pela manhã, operários davam os últimos retoques e limpavam o local.

É possível que a liberação aconteça hoje. Sendo assim, motoristas que trafegam pelo local esperam que os congestionamentos, principalmente pela manhã e à tarde, diminuam.

Foto: Rodrigo Cozzato

Acesso está em obras há quase oito meses

A secretaria de Obras promete ainda a construção de ilhas para separar e organizar o trânsito, semáforos, baias para paradas de ônibus e recapeamento da Estrada do Embu. Tomara mesmo, pois aquela região está abandonada há muito tempo, e a falta de estrutura e os congestionamentos que acontecessem por ali refletem diretamente na Raposo Tavares.

Uma foto

14/04/2010

Por Rodrigo Cozzato

Foto: Rodrigo Cozzato

Marca do acidente permanece na rodovia

Após pouco mais de um mês do acidente que vitimou um casal de Cotia, permanece no quilômetro 22,5 da Rodovia Raposo Tavares a marca da batida. No muro e no asfalto. Que essa marca sirva não apenas para lembrar da tragédia, mas para conscientizar motoristas que por ali passam todos os dias que é preciso prudência e responsabilidade no trânsito.

Relembre o caso

Waldeci José Faullmann, de 31 anos, dirigiu na contramão por mais de dez quilômetros pela Raposo Tavares até bater de frente com o carro que levava João Luis e Cleidinéia Montaneiro, e a filha deles. O casal morreu na hora, carbonizado. A adolescente foi socorrida com ferimentos graves, mas sobreviveu. Um terceiro veículo se envolveu no acidente sem feridos graves. O caso aconteceu na madrugada de 8 de março passado.