Como surge o congestionamento


Por Fernando Pedroso

Outro dia falei como a morosidade no tráfego é o maior agente causador de congestionamento. Sim, aquele cara que fica andando a 80 km/h na faixa da esquerda é tão errado (ou até mais) do que aquele que está a 120 km/h. Mas isso não é uma teoria de boteco minha. Um estudo feito no Japão mostra isso na prática.

Pesquisadores colocaram 22 carros andando em uma pista circular de 230 metros. Todos andando em velocidade constante de 30 km/h com fluidez. Em um determinado momento, um veículo abaixa sua velocidade, fazendo com que todos os outros façam o mesmo. Isso causou uma onda de freadas e aceleradas até a hora que formou um congestionamento, incluindo paradas completas. O resultado vocês podem ver no vídeo abaixo.

Isso é apenas uma pequena amostra de como se forma o nosso congestionamento de todas as manhãs e tardes. Se todos andassem a uma velocidade constante, quem sabe não nos veríamos livres desse problema todo?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: