O bem sempre vence o mal


Por Rodrigo Cozzato

Uma cena bastante curiosa (para os dias atuais), mas que deveria ser normal: no trânsito parado de ontem na volta para casa, vi uma mulher com seu carro parado no acostamento da Raposo Tavares e com um pneu furado. E um motociclista ajudando, trocando o pneu para a motorista.

Como disse, uma cena que deveria ser comum. A gentileza, a solidariedade com o próximo são sentimentos que devem entrar em ação todos os dias, não só quando há uma tragédia mundial, como os terremotos no Haiti.

O fato de ser um motociclista não me causou estranheza, poderia ser um motorista de carro, de caminhão, um ciclista ou até mesmo um pedestre. No entanto, gostaria de chamar a atenção do leitor para um pequeno, mas importante detalhe: motociclistas não são pessoas más. Há por natureza um “pré-conceito” de que quem anda de moto é do mal.

Há, sim, aqueles que abusam demais da velocidade, da imprudência e até mesmo da violência, quando chutam os carros e quebram os espelhos retrovisores. Mas a absoluta maioria, tenho certeza, não é assim. A prova estava lá: centenas, milhares de motoristas passando e um motociclista parou, abriu mão de seu tempo, de seus compromissos, e ajudou a mulher.

Os bons motociclistas e motoristas não devem “pagar o pato” pelos maus. Seja solidário, gentil, tolerante, agradeça os bons atos do próximo. Se cada um fizer um pouquinho, como aquele motociclista, nosso trânsito será bem mais tranquilo.

3 Respostas to “O bem sempre vence o mal”

  1. Daniel Corrêa Says:

    Saudações !
    Imagina se muitos motociclistas fizessem o que este colega fez ?
    Socorreríamos mais rapidamente do que a concessionária da rodovia.. muito iria melhorar… louvável a atitude e o texto publicado sobre.
    Podíamos iniciar uma campanha em adesivos nas motos (só não colo nada na lataria.. rs), do tipo ‘Sou do bem e posso te ajudar nessa loucura aqui!’
    Um grande abraço!
    Daniel – Bauru(SP) – Yamaha Fazer YS250

  2. Marcus Says:

    Por isso que choveu tanto ontem!!! Essa raça só sabe se espatifar no asfalto e atrapalhar o trânsito.

    • aceleraraposo Says:

      Marcus, obrigado pelo comentário. Mas continuamos defendendo que se cada um fizer sua parte no trânsito, é possível que motoristas e motociclistas convivam juntos sem nenhum tipo de problema.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: